Páginas

01 junho 2014

A Cabana (William P. Young)


Perfeito! É a palavra que melhor define o livro de William P. Young. Foi lançado originalmente em 2007 porém, no Brasil, o livro foi lançado apenas no ano seguinte, 2008, pela Editora Arqueiro, com uma capa não muito diferente da capa original, na verdade, quase nada diferente. Na foto acima vocês podem ver a capa brasileira e clicando aqui vejam a original, como disse, sem muitas diferenças. Achei a capa bem bonita e sugestiva, lendo o livro e vendo a imagem da capa tua mente viaja imaginando como seria o cenário da tal cabana.

Sinopse: 
"A filha mais nova de Mackenzie Allen Philip foi raptada durante as férias em família e há evidências de que ela foi brutalmente assassinada e abandonada numa cabana. Quatro anos mais tarde, Mack recebe uma nota suspeita, aparentemente vinda de Deus, convidando-o para voltar aquela cabana para passar o fim de semana. Ignorando alertas de que poderia ser uma cilada, ele segue numa tarde de inverno e volta a cenário de seu pior pesadelo. O que encontra lá muda sua vida para sempre. Num mundo em que religião parece tornar-se irrelevante, "A Cabana" invoca a pergunta: "Se Deus é tão poderoso e tão cheio de amor, por que não faz nada para amenizar a dor e o sofrimento do mundo?" As respostas encontradas por Mack surpreenderão você e, provavelmente, o transformarão tanto quanto ele."


Pela sinopse muitos podem pensar "Blá blá blá livro religioso blá blá blá chato" mas não! O melhor de "A Cabana" é que no livro William não prega religião alguma, mas sim a Santíssima Trindade (Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo ou Papai, Jesus e Sarayu). A forma em que William se refere à Trindade foge totalmente do que estamos acostumados a ouvir, essa é uma das mágicas do livro. Ele nos faz refletir e entender melhor as dores que passamos, entender o porquê de certas coisas acontecerem em nossas vidas, e porque Deus as permite acontecer.


"Por mais que esta história possa parecer surrealista, e por mais complexa que seja a forma qual o literato visa expressar e levar ao público a sua ideia, eu recomendo esta obra a todas as pessoas que têm ou que buscam uma ideia de fé livre de certos dogmas e convenções que discriminam e que julgam. Liberdade não é sinônimo de libertinagem." Trecho da resenha do blog Diálogo Livre
Concordo muito com este trecho, em certas partes o livro parece um pouco confuso, surreal, muito fictício, mas vai por mim é um livro maravilhoso, se começou a ler não abandone, e se não começou comece!

Uma pequena curiosidade: Na verdade William não pretendia publicar o livro, e olha, o livro se tornou um best-seller. Nas fotos que fiz vocês podem ver um segundo livro: "De volta à cabana", estou lendo ele atualmente e ele é meio que uma explicação de "A Cabana", ainda estou começando a ler, quando terminar faço resenha pra vocês, ok? 


Espero que vocês tenham gostado (não sou muito boa em fazer resenhas, ou falo pouco ou falo muito), mas eu acho que me saí bem, hahaha. 

Comente com o Facebook:

16 comentários:

  1. Tenho esse livro em casa mas nunca cheguei a ler, sou super preguiçosa, confesso... Pelo que vi em seu texto a história se parece com o livro A Casa, então creio que eu irei gostar bastante.
    Beijão
    http://closetcriativo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também tenho preguiça com alguns livros, mas esse eu tava muito animada pra ler, então logo comecei, e terminei em 3 dias, haha. Não conheço o livro A casa, mas com certeza cê vai gostar, hahaha, bjs!

      Excluir
  2. Ja assisti o filme a um tempão e era muito bom,pela sua resenha me deu uma super vontade de ler o livro.
    Beijos
    www.blogdaisa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem sabia que tinha filme, hahaha, agora fiquei curiosa pra assistir. Leia sim, é muito bom! Beijo!

      Excluir
  3. Tenho o livro, é uma história realmente linda.
    Obrigada pelo comentário.
    Beijos.
    :)

    ResponderExcluir
  4. Sou doida para ler *u*

    Beijos,
    www.thalitamaia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha, quando ler cê não vai se arrepender.

      Excluir
  5. Já li, é um livro lindo.

    www.chitafilo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, dá vontade de ler de novo, e de novo e sempre, hahahaha

      Excluir
  6. Eu lembro de quando a mãe da minha amiga me indicou pra ler esse livro, mas eu fiquei com medo de ler na época, hahaha! Agora que já to mais crescidinha né, fico com vontade de ler. Adorei a resenha!

    Bitocas!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha, certeza que agora tu vai curtir! Fico feliz que ter gostado!

      Excluir
  7. Já pensei em ler, mas nunca bateu aquela curiosidade forte, sabe? Mas com as férias da minha escola chegando aí (cinco dias, aguenta coração!), pode ser que eu leia-o. Sua resenha me chamou a atenção, pois o que eu pensava sobre o livro era justamente o contrário: julgava ser mais um livro sobre religiões que fala aquilo que já ouvimos na Igreja. Enfim, adorei o post! <3
    Beijos ~~> www.crazy-reckless.blogspot.com | Blog novo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fériasssss \o/ Hahahaha. Sei como é, e também pensava que fosse assim, pregando religião e tal, mas não é. se você ler vai se surpreender positivamente!

      Excluir
  8. Oi Natalia, vc acredita que nunca li a Cabana, já ouvi falar muito bem dele. Fiquei louca para ler.

    www.larydilua.com

    ResponderExcluir

Leia a postagem antes de comentar.

Comentários como "Seguindo, segue de volta?" ou "Tem um concurso rolando lá no blog, participa?" não serão publicados, repito: Leia o post antes de comentar, pelo menos alguma parte.


Layout: Bia Rodrigues com adaptações por Natália Nery | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©